domingo, 15 de janeiro de 2017

As melhores panquecas do mundo!

Como verdadeiras parceiras no crime,assim que uma de nós se sente aflita existe logo quem venha em nosso auxílio,  é assim no nosso Cantinho de Ansiosas.
Quando a poucos dias das férias da criatura me lembrei que panquecas é cena altamente gulosa para os nossos pequenos almoços e precisei de uma receita testada e aprovada a resposta foi unânime! As panquecas "pra lá de boas"  da Sara Branco. São facilimas, ficam lindas e são maravilhosas. A receita está aqui, com os passos todos pormenorizados e a Sara explica tudinho de forma espectacular!

Confesso, eu como sou uma insurrecta sou honesta, fiz as minhas pequenas alterações.
Substitui o açúcar branco por açúcar baunilhado e o óleo por azeite...

Pronto confesso, num dia de loucura, substitui meia chávena de farinha das duas necessárias, por meia de chocolate, fiz panquecas pequeninas e a criaturinha ficou com um petisquinho para os lanches escolares. Assim numa de loucura, para quem gostar de coisas estranhas como nós, podem sempre juntar umas pedrinhas de sal às panquequinhas de chocolate.

domingo, 4 de setembro de 2016

Bolo húmido de maçã e canela

Ingredientes:
  • 3 maçãs grandes
  • 4 ovos
  • 1 chávena de açúcar
  • 2 chávenas de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1colheres de sopa de canela em pó
  • ½ azeite 
Preparação:

Descascar as 3 maçãs,  reservando as cascas, cortá-las em cubos pequenos.
Misturar numa tigela grande todos os ingredientes secos e acrescentar as maçãs em cubos, misturando muito bem até todos os cubos estarem soltos e envolvidos na mistura. 
À parte na 1,2,3, bati os ovos, o óleo e as cascas das maçãs que tinha reservadas. 
Com uma colher de pau, misturam-se os ingredientes líquidos com os ingredientes secos na tigela, fica uma massa muito espessa e pesada. É necessário envolver muito bem,  a colher de pau é uma boa ajuda neste processo. 
Coloca-se a massa numa forma untada e enfarinhada,  preferencialmente de buraco. 
Leve a forno a 180º pré-aquecido, por cerca de  40 minutos,  um pouco antes do tempo indicado convém fazer o teste do palito, se sair limpo está pronto.


terça-feira, 8 de março de 2016

Bacalhau fresco com batatinhas noisette

O Maridão, aka "Pai do meu filho", fez anos, lembrei-me de lhe preparar este prato. Gosto muito da textura do bacalhau fresco e além de ser um prato muito saboroso, é rápido de fazer e com batatinhas de batota foi ainda mais rápido! Como queria aproveitar o tempo para namorar, nada como algo Bonito e Bom mas que não nos ocupa muito tempo na cozinha e sobra mais tempo para miminhos, que é tão melhor!! E num instante estava tudo pronto e sem roubar tempo aquilo que realmente importa! Oh l'amour, l'amour ;)


Ingredientes:
1 lombo de bacalhau fresco;
6 Tiras de presunto;
Uma cebola;
2 dentes de alho;
Sal, louro, pimenta e azeite a gosto;
Vinho branco (a gosto)
Batatinha noisette

Preparação:
Numa assadeira fiz uma cama com o alho picadinho, a cebola em rodelas e o louro, no entretanto envolve-se o lombo de bacalhau nas fatia de presunto (fica giro tipo mumiazinha), coloca-se sobre a cama e tempera-se a gostos, rega-se com um dedinho de vinho branco e generosamente com azeite. Leva-se ao forno médio cerca de 30m virando o bichinho a meio deste processo.
A parte mais fácil foi mesmo a das batinhas noisette, que deveriam ser fritas, deveriam não é? Comprei das já prontas congeladas, que isto de namorar leva tempo e 10m antes de retirar o bacalhau espalhei-as pela assadeira, ficaram maravilhosas!




sábado, 13 de fevereiro de 2016

Cabrito à Moçambicana

Esta receita encontrei-a enquanto andava à procura de algo que fazer com um bocadinho de cabrito que não me apetecia assar nem fazer em chanfana. Atraiu-me o nome e assim que me deparei com o caril na receita nem pensei duas vezes!
Ao informar o rico maridinho de que ia fazer cabrito com caril,  recebi um esgar de olhos um pouco assustado, mas no fim lambuzou-se, é que fica mesmo bom!

Ingredientes:
400 gr. de cabrito (ou borrego),
20 gr. de margarina,
1 cebola,
2 tomates maduros(usei pelados de conserva),
1 folha de louro,
1 colher de sopa de passas,
1 colher de sopa de caril,
1 dl. de caldo de carne,
1 dl de leite,
1/2 iogurte,
1 clher de café de farinha,
Sal e Pimenta qb,
3 gotas de tabasco,
1 colher de café de conhaque,
1 colher de sopa de amêndoas peladas

Preparação:

Tinha o cabrito temperado de véspera, sal, louro, alho e espumante.

Derreti a margarina numa frigideira, juntei a cebola picada e o cabrito até dourar de ambos os lados.
Quando dourado o cabrito juntei os tomates, o caril, a folha de louro, as passas e cubri com o caldo de carne.
Fica a cozinhar semi destapado até evaporar o molho até metade. Enquanto cozinhava o cabrito desfiz a farinha no leite e o iogurte, mexendo bem até ficar homogéneo. Torrei também as amêndoas e adicionei-as ao preparado do leite. Adicionar este preparado ao cabrito, mexendo sempre até engrossar. Adicionar o sal, a pimenta e o tabasco, mexer, deixar levantar fervura e rectificar temperos se necessário.

Deite um pouco de conhaque no molho, antes de servir.

Acompanhei com arroz branco para os homens cá de casa e quinoa para mim.


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Bolachinhas de Canela

Este mês o tema escolhido para o "Dia 1...na Cozinha" não poderia ser mais do meu agrado, especiarias! A dúvida inicial foi "canela, erva doce ou caril?", adoro usar especiarias, mas estas são o meu "top 3". Mas no fim de contas, para mim a canela é tudo de bom! Uso em pães, bolachinhas, coloco na carne de vitela ao estufar, no chocolate quente, para aromatizar refrescos,  bem um sem fim de coisas boas.
Considerada símbolo da sabedoria, a canela foi usada na Antiguidade pelos gregos, romanos e hebreus para aromatizar o vinho e com fins religiosos na Índia e na China. Como cá por casa já se sente o espírito natalício decidi usá-la para matar saudades do dispara-biscoitos e fazer umas bolachinhas com forma natalícia bem boas, que amanhã já farão as delícias do filhote no lanche da escola.

Ingredientes:
1 ovo;
180g de manteiga sem sal;
100g de açúcar baunilhado;
2 colheres de sobremesa generosas de canela;
1 colher de sobremesa de fermento;
300g de farinha sem fermento.

Preparação:
Bater a manteiga amolecida com o açúcar, adicionar a pitada de sal e o ovo e bater bem. Quando a massa estiver "fofinha" adiciona-se o fermento e a canela com a farinha peneirada. Mistura-se tudo muito bem e vai a forno pré-aquecido a 180graus,  até ficarem douradas.
Podem-se moldar bolinhas e
achatar com um garfo, não sendo obrigatório o uso do dispara-biscoitos.

Ficam boas assim, mas se as quiserem elevar a todo um outro nível de gulodice, podem sempre polvilhá-las com uma mistura de açúcar de pasteleiro e canela.


sábado, 7 de novembro de 2015

Tarte Folhada de Abóbora e Noz com cobertura de Chocolate

Este ano a Associação de Pais da escola da minha criaturinha realiza uma Feirinha de Outono além de frutas, leguminosas, compotas e marmeladas (estas duas últimas renderam-nos uma tarde de intenso trabalho, e depois partilharei convosco as receitas), também levaremos bolinhos relacionados com o Outono. Ora bem eu ia fazer fritos de abóbora, mas como a cria decidiu fazer uma daquelas febres repentinas e o marido se esqueceu de me trazer os ingredientes que faltavam, a malta terá que se "contentar" com uma tarte inventada com o que havia em casa!

Ingredientes:
Uma base de massa folhada;
400g de abóbora bolina;
100g de nozes picadas;
300g de açúcar amarelo;
6 ovos;
100g de maizena

Preparação:
Na 123 juntar todos os ingredientes líquidos (ovos e açúcar) e misturar bem. Quando o açúcar estiver bem dissolvido junta-se a abóbora cortada em cubos e pica-se até ficar uma mistura uniforme. Coloca-se numa tigela e adiciona-se a farinha peneirada, mistura-se bem. Adiciona-se no fim a noz e bate-se à mão. Coloca-se a base de massa folhada na tarteira, pica-se e coloca-se o preparado de abóbora, vai cerca de 30m a forno a 200 graus.

Cobertura:
400g de chocolate de culinária
1 pacote de natas;
1 cálice de vinho do Porto.

Preparação:
Num recipiente de ir ao microondas coloco as natas e o vinho do Porto e dou uma mexidela com um garfo. No entretanto sem abrir as embalagens de chocolate bato com elas várias vezes no balcão da cozinha, esta acção tem 2 efeitos, o primeiro parte o chocolate em pedacinhos facilitando o processo de derreter e o segundo é uma espécie de relaxamento.
Depois deste maravilhoso processo,  adiciona-se o chocolate às natas e vai ao microondas no programa de descongelar e vai-se interrompendo  m a m e mexe-se até o chocolate estar completamente derretido e sem grumos. Este processo também pode ser feito num tachinho em lume brando. Coloca-se sobre a tarte após esta ter arrefecido.



domingo, 1 de novembro de 2015

Bacalhau com castanhas e legumes

Adoro o Outono e as suas novidades, castanhas, dióspiros,  romãs... Tudo tão bom e cheiroso, quando vi que o tema do  "Dia Um... Na Cozinha" eram as castanhas soube logo o que iria cozinhar.  O marido adora e eu como raramente faço fritos este é um prato pouco comum cá em casa. Desta vez deixei bem para o último dia,  que nada me parece tão agradável para um almoço de domingo,  num dia de Outono tão agradável e soalheiro como o de hoje!

Para o Bacalhau

Ingredientes:
2 lombos de bacalhau;
Farinha, pimenta moída na hora e azeite q. b
1 ovo

Preparação:
Bater o ovo com a pimenta acabada de moer, passar o bacalhau por ovo e farinha,  repetindo esta operação duas vezes. Numa frigideira colocar o azeite (coloco cerca de 2 dedos de altura) e fritar o bacalhau. Quando estiver bem estaladiço retira-se do azeite e reserva-se.

Para os legumes

Ingredientes:
Brócolos - usei uma chávena almoçadeira;
Uma cebola grande;
1 tomate grande;
1 pimento;
2 dentes de alho;
Castanhas a gosto previamente escaldadas e descascadas (coloquei uma mão cheia);
Sal q. b.

Preparação:
Colocar os Brócolos a cozer e no entretanto fatiar finamente os restantes legumes. Coar o azeite de fritar o bacalhau, colocá-lo de novo na frigideira e adicionar os legumes,  as castanhas e temperar de sal. Tapar e deixar cozinhar até os legumes estarem molinhos e as castanhas macias.
Quando os legumes estiverem prontos empratar e mesa 